Primeiro lote com 1 milhão de doses da vacina da Pfizer chega ao Brasil

Foto//Vanderlei Duarte/EPTV

Na noite desta quinta-feira (29), chegou ao centro de distribuição do Ministério da Saúde em Guarulhos, na Grande São Paulo, o primeiro lote com 1 milhão de doses da vacina da Pfizer/BioNTech. O contrato da farmacêutica com o governo federal é de 100 milhões de doses.

As doses serão distribuídas entre as capitais do país entre essa sexta-feira (30) e sábado (1º). As 135.750 doses da Pfizer que ficarem na cidade de São Paulo serão utilizadas na vacinação do grupo de 60 a 62 anos, no dia 6 de maio.

O secretário municipal da Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, disse que a prefeitura pediu uma quantidade maior de doses porque instalou geladeiras mais potentes nos centros de distribuição, já que a carga precisa ser armazenada em câmaras frias com temperaturas entre -25°C e -15°C por, no máximo, 14 dias.

“Todos os nossos profissionais estão treinados pra isso, então, nós imaginávamos que a cidade de São Paulo, por essas condições, poderia receber uma quantidade maior. Nós podemos armazenar 4 milhões de doses da Pfizer aqui na cidade”, disse Aparecido.

Ainda no ano passado, a empresa disse ter desenvolvido uma embalagem especial com temperatura controlada que utiliza gelo seco para manter a condição de armazenamento recomendada.

Ao chegarem às salas de vacinação, as doses serão mantidas a uma temperatura que varia entre 2°C e 8°C, e precisam ser aplicadas na população em um período de até cinco dias.

A cerimônia para entrega do imunizante, que foi alvo de recusa e polêmicas dentro do governo federal, ocorre no dia em que o Brasil atingiu 400 mil vidas perdidas para a Covid.

Quer mais notícias, clique aqui: www.maisoeste.com.br