Julho Amarelo: Prefeitura de Barreiras promove programação de conscientização contra as hepatites virais

Foto//Dircom

A conscientização e a mobilização da população para realização das testagens foram as estratégias escolhidas pela Secretaria de Saúde de Barreiras, durante o julho amarelo, mês dedicado à luta e prevenção às hepatites virais. Nesta quarta-feira, 28, Dia D de Conscientização, as equipes do Centro de Testagem e Aconselhamento e Serviço Ambulatorial Especializado CTA/SAE Edgard Pita escolheram a Praça Castro Alves como ponto de atendimento, durante o dia.

A programação foi acompanhada pelo secretário municipal de saúde Melchisedec Neves, a subsecretária Jamile Rodrigues e a coordenadora da atenção básica, Zaira Vidal. No local, com o apoio da unidade móvel de saúde e acadêmicos da UNIFASB foram ofertados gratuitamente: aferição de pressão e glicemia capilar, preservativos, tipagem sanguínea e testagem rápida para Hepatite B, C, Sífilis e HIV. Os pacientes atendidos receberam o resultado de modo reservado, em caso positivo, eles são encaminhados ao CTA para mais exames e acompanhamento completo.

“Além de usar a Praça, que é um local estratégico, contamos com a colaboração dos agentes comunitários de saúde e atenção básica que foram divulgando a programação e mobilizando a comunidade para participar. As hepatites virais são doenças que podem acometer todas as pessoas, sem distinção, que praticam a relação sexual sem proteção ou o compartilhamento de materiais perfurocortantes”, acrescentou a coordenadora do CTA/SAE, Ana Paula Miranda.

O morador do Bairro Vila Rica, Valdir Félix ficou sabendo da programação por um amigo e procurou o atendimento. “Acho muito importante a população vir e se prevenir, já passei pela triagem e estou aguardando os testes, é muito bom ver um serviço desse sendo oferecido aqui no Centro”, comentou.

A campanha também se estendeu às unidades municipais de saúde com palestras, testagens rápidas para Hepatite B e C, ações educativas e uma webconferência com a participação de médicos, enfermeiros, técnicos, da médica infectologista Isabele Lucena e a enfermeira Ana Paula Miranda, coordenadora do CTA/SAE.

Quer mais notícias, clique aqui: www.maisoeste.com.br