Delegada confirma que PMs estão envolvidos em morte de jovem em boate de Barreiras

Foto//Reprodução

A delegada titular da Divisão de Homicídios de Barreiras, Marineide Pires Paranhos, confirmou que policiais militares apaisanas têm envolvimento no homicídio do jovem Carlos Henrique Dias, de 21 anos, em uma boate localizada no Bairro Morada Nobre, em Barreiras.

O crime aconteceu na madrugada de quarta-feira (08) quando, de acordo com informações, o suposto policial teria mexido com a namorada do jovem que não teria gostado. A vítima reclamou e acabou morto com um tiro no peito. Outra versão, diz que Carlos teria esbarrado no suposto policial e dali iniciado uma discussão que terminou no crime.

No fim da tarde de quinta-feira (09), em entrevista para o blog Alô Alô Salomão, a delegada, disse ter convicção de que policiais militares à paisana são os autores do homicídio. “A gente já tá ouvindo os familiares da vítima, testemunhas do local, então é muito prematuro dizer como os fatos aconteceram, e qual motivação do crime. A vítima foi morta por disparo de arma de fogo efetuado por policiais militares, e isso é fato. Agora quem foram os policiais, quem realmente atirou contra a vítima, ainda não sabemos”, disse ela.

A DH está ouvindo familiares da vítima e testemunhas que estavam na boate. “A gente não tem nos autos, informações sobre a motivação. Os três policiais estariam na confusão, mas a gente ainda tem que certificar de quem realmente atirou contra a vítima, a autoria em relação aos disparos”, afirma.

A delegada informou que pretende concluir o inquérito no prazo máximo de 30 dias.

Confira a nota oficial da Polícia Militar sobre o caso:

Quer mais notícias, clique aqui: www.maisoeste.com.br