Sesab confirma 13 casos de doença que deixa ‘urina preta’ na Bahia este ano

Foto//Reprodução/Twitter @eumedicina

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) divulgou nesta sexta-feira (10), que 13 casos da doença de Haff, também conhecida como “doença da urina preta”, foram registrados este ano na Bahia. As notificações foram feitas nos municípios de Alagoinhas, Salvador, Maraú, Mata de São João, Camaçari e Simões Filho.

A doença de Haff causa extrema dor e rigidez muscular, dor torácica, além de falta de ar, dormência e perda de força em todo o corpo, podendo causar falência renal. Pessoas com a doença apresentam urina na cor de café, causada pela elevação da enzima CPK, associada à ingestão de pescados.

A doença não possui tratamento específico. Na ocorrência de casos suspeitos, recomenda-se buscar atendimento imediato, exame para dosagem de creatinofosfoquinase (CPK) ou TGO para observação do aumento das enzimas musculares.

De acordo com a Sesab, os 13 casos confirmados entre janeiro e setembro deste ano, são de pacientes de 20 a 79 anos. Entre os casos confirmados 66% foram do sexo masculino. A Sesab recomenda que ao sentir dores musculares e apresentar urina escura após o consumo de peixes ou crustáceos, as pessoas procurem imediatamente uma unidade de saúde.

Quer mais notícias, clique aqui: www.maisoeste.com.br