Barreiras sedia Seminário Regional para Redução da Mortalidade Infantil e Materna

Foto//Dircom

Nesta terça-feira (26), a Prefeitura de Barreiras e a Fundação Abrinq, com o apoio da Flex Foundation, realizaram o Seminário Regional para Redução da Mortalidade Infantil e Materna, dentro do programa Mortalidade Zero. Criado em 2018, o programa atualmente está presente na Bahia, no município de Barreiras, atuando no fortalecimento de políticas públicas no município para aprimorar o atendimento e serviços de saúde prestados às gestantes durante o pré-natal e pós-parto. Desde o início de cooperação para implantação do programa Mortalidade Zero, em junho de 2021, várias articulações foram realizadas junto à Secretaria de Saúde para a formação de grupo técnico que atuou na elaboração do plano de redução do óbito infantil no município.

Durante o seminário, várias palestras foram realizadas com temas voltados à mortalidade infantil e materna como: Panorama da Mortalidade Infantil na Região Oeste da Bahia, Assistência à Saúde na Prevenção do Óbito Infantil e Experiência do Comitê de Mortalidade do Município de Barreiras: boas práticas.

Participaram do Seminário o vice-prefeito, Emerson Cardoso, acompanhado do secretário e subsecretária de Saúde, Melchisedec Neves e Jamile Rodrigues, do coordenador da Atenção Básica, Ari Donizete, a coordenadora de Programas e Projetos na Fundação Abrinq, Marta Cavalheiro e a coordenadora do Núcleo Regional de Saúde do Oeste, Suzete Cristina, demais coordenadores e apoiadores da Atenção Básica à Saúde.

Para o evento, foram convidados profissionais que atuam nos 36 municípios da região Oeste, subdivididos em três Núcleos Regionais de Saúde, Barreiras (15), Ibotirama (09) e Santa Maria da Vitória (12). A enfermeira e coordenadora da Atenção Básica do município de Baianópolis, Simone Macêdo, participou do evento, e destacou a importância desse encontro, segundo ela, a participação dos representantes dos municípios fortalecem a rede de apoio para fomentar ações que contribuam para zerar os índices de mortalidade.

Quem também apoiou essa atividade integrada com os profissionais, foi a enfermeira e coordenadora da Atenção Básica de Santa Rita de Cássia, Jersia Rodrigues, “esse encontro é muito importante, e essa parceria com a Fundação Abrinq que vem trabalhando a muitos anos na redução da mortalidade infantil e materna, nos fortalece para estarmos trabalhando para zerar a mortalidade infantil e materna por motivos que podem ser evitados. Muito importante esse encontro para retomarmos às atividades que devem compor os trabalhos de zerar a mortalidade infantil.

A Prefeitura de Barreiras disponibiliza, à Abrinq, dados epidemiológicos como número de nascidos vivos, óbitos infantis por causas evitáveis, gestantes atendidas da rede, dados referentes à doação de leite materno aos bancos de leite e percentual de mães que realizam o aleitamento materno exclusivo.

“Essa ação é muito importante para a fundação e principalmente para as cidades. É uma honra reunir profissionais importantes e de referência para falar sobre o assunto da mortalidade infantil e materna. Essa atividade é uma oportunidade de reunir todos esses profissionais dos Núcleos Regionais de Saúde na tentativa de reduzir a mortalidade infantil e materna e fortalecer essa rede de apoio da fundação pela região. Agradecemos a Prefeitura de Barreiras por receber o programa, pois nós precisamos que o município tenha interesse em realizar o trabalho em parceria com a Fundação, e hoje, o município de Barreiras é o polo, pontuou a coordenadora de Programas e Projetos na Fundação Abrinq, Marta Cavalheiro.

Em sua fala, a subsecretária de Saúde, Jamile Rodrigues, ressaltou o marco que se estabelece com a realização do seminário. “É um dia extremamente significativo para nós estarmos sediando esse evento para falar de um assunto tão importante que é a mortalidade infantil e materna. Nós da Secretaria de Saúde de Barreiras, queremos destacar o quanto tem sido relevante essa parceria com a Fundação Abrinq dentro do programa Mortalidade Zero. Com essa iniciativa, vamos qualificar o atendimento dos profissionais por meio de formações técnicas, criando estratégias e ações efetivas para que possamos zerar esses índices no município. Quero agradecer de modo especial as Secretarias de Educação e de Assistência Social por nos ajudar a realizar esse encontro no dia de hoje”, pontuou Jamile.

Dircom

Quer mais notícias, clique aqui: www.maisoeste.com.br